Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

V O G U E a n d L O V E

Um diário virtual (utilizado quase de mês a mês) que possui os desejos, partilha tendências e descreve peripécias de o dia-a-dia de uma rapariga normal.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Catarina (22)
Um diário virtual utilizado de mês a mês que possui os desejos, partilha tendências e descreve peripécias de o dia-a-dia de uma rapariga normal.{mais}

mais mais mais

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Follow

Dezembro chegou!

Começou ontem o mês de dezembro. O último mês de 2017. O meu mês predileto! As luzes, os cheiros, os sabores, os momentos partilhados, as pessoas, as celebrações (o Natal, os meus anos!...). É mesmo uma época que adoro e começo a entrar num clima de introspeção. Como é que já passou um ano, num abrir e fechar de olhos? 

Vai ser um mês intenso e cheio de trabalho! E para me animar nada melhor que fazer uma wishlist. Vou ser sincera, é uma lista de desejos hipotética. A lista verdadeira tem livros, um cachecol e uma estola. Apesar de amar todos os itens que reuni na montagem, seria impossível receber tudo isto. Já para não falar que a relação com alguns itens é de namoro há alguns anos.

 

wish.jpg

 No geral, esta lista acaba por ser um bom exemplo de prendas a oferecer. Um acessório como um cachecol, ou uma jóia, uma carteira, um livro, uns fones, um produto de beleza, uma necessaire,... São presentes intemporais. E quanto mais básico, menor será o erro. 

 

1. No meu caso, escolhi este cachecol verde menta da Stradivarius. Também existe noutras cores (como cinza que também adoro!). Mas tenho adorado cada vez mais este verde água/verde menta. No meio de um guarda roupa preto, branco e cinza alguns toques de cor são essenciais. 

 

2. O tea tree oil da The body shop está na minha wishlist por ser um verdadeiro aliado contra acne e borbulhas. Tem outros mil benefícios e a sua utilização feita há milénios deixa-me segura de que será uma boa aposta.

 

3. Esta necessaire da oysho piscou-me o olho quando me cruzei com ela na loja: tem glitter e pestanas. É caso para dizer que é a minha cara!

 

4. Fones da Sony. Eu estou sempre de fones (e às vezes nem estou a ouvir música, mas isso é um segredo só nosso ok?) e estrago milhares por ano. Isto leva-me a pensar que, se calhar, está na hora de investir nuns melhorizinhos, não?

 

5. O casaco da Zara. Ele já nem está em loja. Mas tenho esperança de o encontrar nos saldos. 

 

6. A polaroid da fujifilm já é um amor antigo. E fiel. E verdadeiro. Acho que parte do meu primeiro salário daqui a uns meses será investido nesta beleza.

 

7. A carteira da primark é a mesma história que a necessaire, tem glitter e é útil. Este verão fiz uma limpeza nas minhas carteiras e mandei todas fora, porque estava a acumular carteiras estragadas, desde fechos que não funcionavam, carteiras rotas ou até mesmo a desfazerem-me. Por isso, sobraram-me duas, que entretanto já passou a uma porque a que estava a utilizar está a desfiar-se por todos os cantos. Esta é compacta e minimamente sóbria (apesar de ser glitter é um tom discreto não berrante como rosa choque ou lilás).

 

8. Os anéis da pandora... Bom... A efemeridade dos acessórios começa a cansar-me. Às vezes só gostava de usar anéis simples que não me deixassem o dedo verde na hora de os tirar. Por isso, comecei a pensar que a solução talvez fosse investir em peças simples, delicadas e duradouras. Os anéis da pandora parecem-me uma boa opção.

 

9. Por fim, mas não menos importante, um livro. Já falei aqui no blog da minha relação com livros. Até aos 17 anos lia no máximo um livro por ano. Depois passei para a fase que devorava livros. Agora também devoro, com menos avidez, mas muito porque já começo a repetir as histórias que já li. O livro "Cem anos de solidão" de Gabriel García Marquez tem excelentes revisões. Já ouvi que quando se lê este livro, a única coisa que apetece é continuar a ler e a ler e a ler... Também quero experimentar como é óbvio!

 

No final, posso não receber nada disto e sabem que mais? Vou ser feliz na mesma, porque tenho uma família, uma casa, comida na mesa, amigos do coração, a possibilidade de ir atrás dos meus sonhos... E isto é verdadeiramente mais que suficiente.

 

XX, Cat

Desejo de consumo - Livros

Em tempos, seria impensável fazer uma wishlist de livros que gostaria de ler. Como já referi por aqui, só há pouco tempo é que ganhei o gosto à leitura e quero que este gosto perdure no tempo. 
Para quê gastar dinheiro (para além dos itens essenciais e básicos para o nosso dia-a-dia) meramente em roupa, ou acessórios? Porque não em livros? 

É verdade que no nosso país o acesso à literatura não é o mais módico, no entanto também não somos o país que mais consome livros, certo? 
Ler dá-nos uma maior amplitude de conhecimentos, leva-nos a viajar a outros mundos ou ainda, leva-nos a pensar que somos outras pessoas! E nem é preciso sair do lugar onde estamos.

Eis os meus desejos: 

livros.jpg

    1. Os muitos nomes do amor - Dorothy Koomson: Tornou-se uma das minhas escritoras favoritas. Os seus romances são muito centrados na figura feminina e que podem ser as histórias de qualquer mulher que se cruze connosco. Este novo livro é sobre uma menina que foi adotada e muda totalmente a sua vida quando em adulta. Decide mudar-se para a cidade onde nasceu e a partir daí descobre a verdade sobre os seus pais biológicos apercebendo-se de que, talvez tenha sido injusta com aqueles que a amam.
 

    2. Mindfulness - Vários autores: Com o estilo de vida frenético que vivemos hoje em dia, por vezes, deixamos de nos focar no essencial e deixamo-nos levar pelo stress e ansiedade, doenças cada vez mais comuns. Como estes problemas não são tão facilmente tratados como uma gripe, por exemplo, surgem em alternativa tratamentos numa perspetiva mais holística. O ioga, o reiki, a meditação podem passar por uma solução bem como estes livros para obter a atenção plena (mindfullness). 

    3. Jardim Secreto - Johanna Basford: Ainda numa perspetiva de terapias alternativas surgem os livros de colorir - Arte-terapia. Os livros com ilustrações deste género, ou com mandalas, prometem trazer calma e descontracção a quem se encontra a colori-los. O Jardim Secreto é uma obra repleta de ilustrações mágicas, que pessoalmente me leva a sonhar. No entanto, a atividade de colorir não seja sinónimo de relaxar para muitas pessoas e para isso aconselho experimentarem fotocopiar alguns exemplos em casa [aqui]. Caso resulte, o livro será um bom investimento.

 

    4. O diário de um Mago - Paulo Coelho: Após ter lido o livro Onze minutos e O alquimista fiquei fã deste autor. Estes dois livros abordam diferentes temáticas, embora O alquimista se assemelhe mais ao Diário de um Mago dada a vertente mais espiritual. Conta a experiência do autor aquando da sua viagem a Santiago de Compostela.

 

Agora contem-me! Já leram algum destes livros? O que estão a ler agora? O que aconselham? 
Xx, C

 

 

2014 em Livros

Para quem não lia nada ou quase nada, 2014 revelou-se um ano de progressos. Ao todo li 7 livros! 

É um número ótimo para quem não mostrava qualquer interesse literário.

livros.PNG

 

Não farei grandes sinopses por palavras minhas, não tenho qualquer tipo de jeito para isso porque acabo por contar mais do que devo (ahah).

(Não se encontram em nenhuma ordem específica)

Os 7 lidos foram:

Um Companheiro Inesquecível - Não faço a mínima de onde apareceu este livro mas no meio do desespero de não ter nada para ler encontrei-o. Os verdadeiros amantes de animais de estimação vão entender com toda a certeza o encanto desta fábula muito agradável de se ler.

Pedaços de Ternura - Foi o segundo livro que li de Dorothy Koomson no mesmo ano porque simplesmente me apaixonei pelo seu tipo de escrita. Um livro muito especial que me foi emprestado por uma amiga e a melhor parte é que o livro tinha um autógrafo da própria Dorothy que este ano esteve presente na feira do livro. Adorei-o! 

A menina que nunca chorava - Para quem trabalha/estuda na área da educação (e não só!) os livros de Torey Hayden são uma perdição por se basearem em casos verídicos. Eu comecei pela ordem inversa ao ler o seguimento de um primeiro livro no entanto, é possível lê-lo sem qualquer dificuldade. É uma obra mais "pesada" no que diz respeito ao seu conteúdo, mas esta é uma mera opinião.

 O retorno - A uma dada cadeira da faculdade foram-nos dadas a escolher três obras literárias para posterior análise. Como gosto muito de história este livro tornou-se muito interessante. Trata-se da ótica de um adolescente durante o período da guerra colonial e a história sobre o seu retorno, as suas dificuldades e a situação de Portugal na década de 60/70. Meninos que têm História A não perdem nada em ler este livro! (A escrita é muito acessível, acreditem!)

A revolta - Como um ser completamente anormal só li o terceiro livro desta trilogia. Porquê? Depois de dois filmes absolutamente fantásticos foi impossível para mim ficar à espera do terceiro filme, por isso, li-o logo no início de Janeiro de 2014. Não, não vou ser spoiler. Só posso garantir-vos que é um livro absolutamente cativante e o filme não fica nada atrás.

Onze Minutos - Ainda no que diz respeito ao desespero de "NÃO TENHO NADA PARA LER E AGORA??" encontrei este livro no quarto da minha irmã. Comecei a lê-lo sem qualquer tipo de expetativas, sem ler o seu resumo, nada. Foi um livro extremamente surpreendente pela positiva e pela negativa. Pela negativa porque não li nada assim e num primeiro momento fiquei apreensiva sobre os assuntos abordados na obra mas muito positivo devido à forma da escrita do autor e a fundamentação de tudo aquilo que ele escreve. (Fui spoiler? Desculpem :(() Mais um bocadinho e conto a história por isso fico-me por aqui.

A filha da minha melhor amiga - Last but not least, este livro marcou o meu gosto literário (se é que podemos dizer isto). Um livro que me foi oferecido e que mudou definitivamente a minha visão sobre a leitura. Era daquele tipo de pessoas que via um livro gigante e dizia "não consigo ler isso! deve ser horrível!". Na verdade é que em 3 semanas devorei 448 páginas (eu sei que há pessoas que leem mais em menos tempo, não me julguem). Um livro cheio de lições de vida, muito provavelmente o que mais aconselho!

 

Deem-me sugestões para a minha próxima leitura por favor! Vou adorar saber quais as vossas escolhas! :)

XX, C  

Oh dias felizes!

Tenho aproveitado estas primeiras semanas do semestre, em que ainda não há nada para fazer, para passear. Estou a acabar de ler o livro Dei-te o melhor de mim e para mim que não sou nada dada a leituras este livro lê-se super bem. E para quem é fanática pelos romances de Nicholas Sparks, tal como eu, recomendo vivamente o livro!
Um delineado usado no dia dos namorados, mais gerberas dadas pelo e muitos muitos muito sorrisos!

Espero que estejam a ter óptimos dias como eu estou a ter!

Peço desculpa por ainda não ter respondido aos comentários porque apesar de ainda não ter trabalhos o tempo não é muito. Propuseram-me alguns desafios/tag's e foi fazê-lo brevemente!

P.S.: Como é que foi o vosso dia dos namorados?

Seguiram conselhos deste post feito há um ano? *ahah*

 

XX, Cat

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Catarina (22)
Um diário virtual utilizado de mês a mês que possui os desejos, partilha tendências e descreve peripécias de o dia-a-dia de uma rapariga normal.{mais}

mais mais mais

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Follow